Correia dentada Instalada em Campinas é Aqui

Ofertas de correia dentada Instalada

Correia dentada instalada Palio Fire 1.0 8v (exceto Evo) 6x de R$ 24,00
Correia dentada instalada Uno Fire 1.0 8v (exceto Evo) 6x de R$ 25,00
Correia dentada instalada Corsa 1.0 8v (exceto Joy) 6x de R$ 22,00

A importância da correia dentada em seu carro

No motor do seu veículo, a correia dentada tem um papel central: é ela que faz a sincronização do comando de válvulas com o virabrequim, fazendo o motor funcionar harmonicamente e, como consequência, o combustível é queimado corretamente nas câmaras de combustão.

Exatamente por isso, o nome técnico desta importante peça é "correia sincronizadora".

Apesar de extrema importância, a correia dentada não costuma emitir ou dar indícios de problemas.

Para o motorista, não há sinal que antecipe o rompimento além das marcas de desgaste características, que muitas vezes não podem ser vistas pois a correia fica protegida por uma capa.

Por isso muitos motoristas são surpreendidos com as quebras da correia dentada gerando grande prejuízo:

  • a correia dentada rompe, os pistões acabam se chocando com as válvulas, provocando o empenamento das mesmas. Quando isso acontece, o motorista é obrigado a fazer a retífica do cabeçote
  • o rompimento da correia acontece em altas rotações (alta velocidade ou em fortes arrancadas) o impacto é tão grande que acaba quebrando os pistões. o motorista é obrigado a fazer uma retífica completa do motor.

Ocorrendo situação acima para reduzir os danos:

  • pise imediatamente na embreagem (câmbio manual) ou ponha a alavanca em N (automático)
  • desligue a ignição.
  • Com isso evita-se que as rodas façam o motor girar ou que ele continue funcionando por conta própria.
  • Não tente dar a partida no motor após o problema.
  • Será necessário rebocar o veículo.

Atitudes que devem ser evitadas:

  • Cantar pneu,
  • Reduzir a marcha drasticamente
  • Dar tranco no motor para fazê-lo pegar

Na maioria dos carros a correia dentada deve ser substituída a cada três anos ou 50 mil quilômetros, o que ocorrer primeiro.

Se for comprar um carro usado com mais de 50 mil quilômetros, é importante fazer a troca para não correr nenhum risco. Se tiver alguma dúvida sobre a procedência do veículo, também é aconselhável realizar a troca.